Menu

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Dia cheio...

Hoje faço 36 semanas, e este será um dia cheio. Daqui a pouco estou indo fazer uma ultra para ver minha pequena Anna Beatriz. E tirei algumas fotinhas de algumas roupinha da minha princesa.










quinta-feira, 28 de junho de 2012

Enfim...

Enfim, depois de tanto tempo eu e meu amorzinho decidimos o nome da nossa princesa, na 36ª semana... Depois de tantas brigas e discussões..
Anna Beatriz... Prometo lhe amar incondicionalmente e por toda minha vida.
Espero ansiosa por você, tem muita gente aguardando sua chegada.
Mamão te ama muito.


sexta-feira, 22 de junho de 2012

Desenvolvimento fetal - 35 semanas de gravidez


Seu bebê está pesando por volta de 2,4 quilos, com 45 centímetros de comprimento.
Olhando para sua barriga, é capaz de você conseguir distinguir, de vez em quando, o contorno de um cotovelo, um pé ou da cabeça. Daqui a pouco, como a parede do seu útero e do seu abdome fica cada vez mais fina e deixa passar mais luz, ele vai começar a ter ciclos de atividade durante o dia. 

Esta semana, os dois rins do seu bebê estão totalmente prontos. O fígado também já consegue processar substâncias de que o corpo não vai precisar. 


O volume de líquido amniótico diminuiu bastante, pois o bebê ocupa muito mais espaço dentro da barriga. O útero cresceu nada menos que mil vezes em relação ao tamanho original. Nesta fase você já deve ter engordado entre 11 e 14 quilos, e seu umbigo pode estar saltado e maior. 

Talvez você tenha falta de ar, porque o útero está próximo às costelas. Experimente ficar de quatro para conseguir respirar mais fundo. Mesmo que o peso do útero sobre a bexiga a faça ir ao banheiro sem parar, não reduza sua ingestão de água -- seu bebê precisa de bastante líquido. 


Uma boa idéia, contudo, é diminuir o consumo de bebidas diuréticas, como chá, café e refrigerante, que podem multiplicar sua vontade constante de fazer xixi. 


Logo seu médico deve pedir que você compareça a consultas semanais até o parto. 

Coisinhas...

Entrando hoje na 35ª semana...
Fotinha de algumas coisinhas da minha princesa...
Ela tem mais roupinha do que eu rsrsrsrs











quarta-feira, 20 de junho de 2012

Trabalhos no Photoshop

Como trabalho a muito tempo com Photoshop, fiz alguns nomes e quando decidi o nome da minha filhinha farei algum do mesmo estilo e o nome de algumas pessoas que me pediram...








Barriga mexendo

Pessoal, estava em uma tarde assistindo, e quando minha bebê começou a mexer resolvi gravar, olha que incrível. Acho que todas já passaram por isso. É muito gostoso sentir o movimento da minha filhinha. :)

video


terça-feira, 12 de junho de 2012

Feliz Dias dos Namorados

Quero desejar a todas as mamães um feliz dias dos namorados, para àquelas que têm uma pessoa ao seu lado, um companheiro, alguém que você ama e que deseja ser feliz ao lado dela. E para àquelas que não têm um namorado, quero que aguardem sem pressa, pois toda panela tem sua tampa, e que não adianta se desesperar, pois quando for para acontecer Deus irá pôr uma pessoa especial em sua vida!
Beijos, e muitas felicidades a todas vocês...


domingo, 10 de junho de 2012

Lista de alimentos proibidos na gravidez


ALIMENTO
MOTIVO
Atum, salmão, peixe-espada, espadarte...
Os peixes grandes de profundidade acumulam mercúrio metílico, que ingerido em quantidade pela mãe pode prejudicar o desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso do bebê. Não quer dizer que não possa comer este tipo de peixes de vez em quando, mas convém limitar o seu consumo. Prefira o peixe menor.
Quanto ao peixe de rio, também não é muito seguro: pode estar contaminado com alguma bactéria ou agentes químicos.
Queijos moles não pasteurizados
Para evitar o contágio por listeria, evite produtos de origem láctea não pasteurizada, queijos com veio azul, o fiambre, os patês frescos (nos de conserva não há riscos), o salmão fumado (não cozinhado) e os vegetais crus que não tenham sido muito bem lavados ou desinfetados.
Peixe e marisco crus
Reduza os riscos de intoxicação alimentar, evitando peixes e mariscos crus ou mal passados. São especialmente vulneráveis à contaminação por vários tipos de bactérias. Fãs de sushi devem fazer um intervalo. As grávidas devem também evitar o marisco cru, incluindo ostras, amêijoas, etc. O marisco pode ser consumido quando bem cozinhado.
Sumos de fruta não pasteurizados e vegetais crus mal lavados
Estão mais sujeitos a conter germes, tal como acontece com as saladas que não são bem lavadas. Prefira sumos pasteurizados, ou os naturais feitos em casa, com condições de higiene controladas. Desinfete bem os vegetais das saladas, deixando-os de molho com vinagre ou com um desinfetante próprio para alimentos.
Café em excesso
Beber um ou dois cafés por dia não tem contraindicações e até pode ser benéfico para quem tem a tensão arterial demasiado baixa. Isto equivale a 300mg de cafeína por dia, o limite máximo recomendado. Não se esqueça de que o chá, bebidas energéticas, refrigerantes tipo cola também entram nestas contas. O excesso de cafeína aumenta o risco de aborto e de baixo peso à nascença.
Álcool
É mais do que conhecido o seu efeito nefasto sobre o desenvolvimento do bebê. Seja cerveja, vinho ou outras bebidas. Prefira uma dieta com zero por cento de álcool, porque não é conhecido um limite de álcool seguro.
Ovos e carne mal passada
A carne mal passada - seja qual for a sua origem - pode conter bactérias ou vírus, um dos quais aquele que provoca a infecção por toxoplasmose. Por isso, se não está imune, evite bifes em sangue, bife tártaro ou outros pratos em que a carne não tenha sido bem passada.
O mesmo acontece com os ovos. Não os consuma com a gema ainda líquida. Sabe muito bem, mas faça um intervalo nesse pequeno prazer. São só alguns meses. De igual forma, evite preparados que contenham ovos crus ou mal passados ¿ é o caso da maionese e outros molhos e de algumas sobremesas.
Adoçante
Se for saudável e costuma usar adoçante, considere a hipótese de substituir por açúcar. Substâncias como sacarina e ciclamato, presentes em alguns adoçantes, são apontadas como potencialmente cancerígenas e associadas a malformações no bebê. Apesar de não haver ainda estudos suficientes para indicar qual a quantidade que será segura ingerir de forma a não prejudicar o bebê, é sempre melhor prevenir.
Quanto aos adoçantes à base de aspartame, não estão associados a complicações e poderão ser a melhor opção para grávidas com diabetes. Para quem é saudável, o melhor mesmo é fazer uma dieta equilibrada e variada, onde o açúcar pode entrar com moderação.
Amendoins
Dependendo do histórico clínico familiar, o seu bebê terá mais ou menos probabilidades de desenvolver alergias. Mas a forma como se introduzem os alimentos e se fazem os primeiros contactos com as substâncias também terão relevância. Se evitar, durante a gravidez, os alimentos com mais potencial alérgico, estará a reduzir as hipóteses de o seu bebê desenvolver mais tarde alergias. Por isso, no caso de haver caso de alergias a amendoim na família, evite este alimento durante a gravidez e a amamentação. Caso contrário, não precisa ter esta preocupação.

sábado, 9 de junho de 2012

Apresento-me...

Olá meu nome é Isabele Vasconcelos, e criei este blog as futuras, ou que já são mamães que passam pelo problema de uma gravidez precoce, ou até mesmo àquelas que mesmo tendo idade suficiente teve que amadurecer rapidamente tornando-se uma Pequena Mulher.
Shiny Red Spinning Heart